Biossimilares e Imunogenicidade

Compartilhe:

Os biossimilares, assim como os produtos biológicos de referência, são naturalmente capazes de causar respostas imunológicas em organismos aos quais são administrados.1-5

imunogenicidade é o potencial de determinado medicamento biológico em provocar estas respostas imunes, podendo resultar em toxicidade imuno-mediada (como reações anafiláticas) ou comprometer a eficácia do tratamento.  Esta característica é um dos parâmetros de segurança que devem ser avaliados durante o desenvolvimento de um produto biológico.3-5

Qualquer mudança sutil na fabricação, purificação, envasamento, venda e armazenamento, têm o potencial de impactar a estrutura molecular do produto, alterando seu potencial imunogênico.imunogenicidade de um produto biológico pode também ser afetada pela dose, formulação e/ou rota de administração, bem como por fatores individuais pertinentes a cada paciente, como por exemplo a imunossupressão.5

Efeitos específicos suscitados pelas diferentes respostas imunes podem incluir a formação de imuno-complexos6 e aumento da velocidade de eliminação do medicamento biológico7 e neutralização de sua atividade biológica.3,4

Segundo as regulamentações do FDA, “o objetivo do estudo da imunogenicidade é avaliar as diferenças potenciais entre o produto proposto e o produto de referência na incidência e gravidade das respostas imunes humanas (…) assim, estabelecendo que não há diferenças clinicamente significativas na resposta imune entre um produto proposto e o produto de referência, um elemento chave na demonstração da biossimilaridade”.1

Os regulamentos da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) fornecem um foco similar, observando que “testes de imunogenicidade dos produtos biossimilares e de referência devem ser conduzidos dentro do exercício de comparabilidade usando o mesmo formato de ensaio e cronograma de amostragem. Os ensaios devem ser realizados com a molécula de referência e biossimilar em paralelo (de forma cega) para medir a resposta imune contra o produto que foi recebido por cada paciente”.2

Por isso é essencial coletar, avaliar e comparar os dados de segurança e imunogenicidade nos estudos clínicos realizados durante o desenvolvimento dos biossimilares. Tais dados tornam-se ainda mais críticos quando se sabe que o originador tem potencial de toxicidade imunomediada.3

 

 

Referências Bibliográficas:

  1. FDA – Food and Drug Administration. Scientific Considerations in Demonstrating Biosimilarity to a Reference Product. Guidance for Industry. 2015. Disponível em: <http://www.fda.gov/downloads/Drugs/GuidanceComplianceRegulatoryInformation/Guidances/UCM291128.pdf>. Acesso em: abr. 2018.
  2. EMA – European Medicines Agency. Guideline on similar biological medicinal products containing monoclonal antibodies – non-clinical and clinical issues. Disponível em: <http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_ library/Scientific_guideline/2012/06/WC500128686.pdf>. Acesso em: abr. 2018.
  3. SCHELLEKENS, H. Bioequivalence and the immunogenicity of biopharmaceuticals.  Rev. Drug Discov., v. 1, n. 6, p. 457-62, 2002.
  4. CAI, X. Y. et al. Challenges of developing and validating immunogenicity assays to support comparability studies for biosimilar drug development. Bioanalysis, v. 4, n. 17, p. 2169-77, 2012.
  5. PURCELL, R. T.; LOCKEY, R. F. Immunologic responses to therapeutic biologic agents.  Investig. Allergol. Clin. Immunol., v. 18, n. 5, p. 335-42, 2008.
  6. EMA – European Medicines Agency. Guideline on immunogenicity assessment of monoclonal antibodies intended for in vivo clinical use. 2012. Disponível em: <http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_library/Scientific_guideline/2012/06/WC500128688.pdf>. Acesso em: abr. 2018.
  7. FDA – Food and Drug Administration. Guidance for industry. Immunogenicity Assessment for Therapeutic Protein Products. Disponível em: <http://www.fda.gov/downloads/Drugs/GuidanceComplianceRegulatoryInformation/Guidances/UCM338856.pdf>. Acesso em: abr. 2018.

Veja Também

Mantenha-se informado sobre Biossimilares

Assine a newsletter do site e receba periodicamente as novidades em seu e-mail.

Fale conosco