Notícias

02 out.2018

Pesquisa comprova benefícios do rituximabe no controle da esclerodermia

Compartilhe:

Um estudo mostrou que o rituximabe é uma alternativa segura e eficaz, quando usado para controlar a progressão da esclerodermia e o desenvolvimento subsequente de doença pulmonar intersticial, além de complicações hipertensivas. A pesquisa buscou comparar o rituximabe e a ciclofosfamida intravenosa como terapias primárias para retardar a progressão da esclerodermia sistêmica, especificamente monitorando a função pulmonar e as manifestações cutâneas. O estudo analisou 60 pacientes com idades entre 18 e 60 anos que foram diagnosticados com esclerodermia sistêmica difusa envolvendo a pele e o pulmão.

Saiba mais aqui

Notícias Relacionadas

Mantenha-se informado sobre Biossimilares

Assine a newsletter do site e receba periodicamente as novidades em seu e-mail.

Fale conosco