Notícias

27 ago.2019

Estudo aborda a incorporação do bevacizumabe no tratamento de câncer de ovário

Compartilhe:

Um estudo randomizado feito na Europa investigou a incorporação do bevacizumabe no tratamento de câncer de ovário. Em quase todos os países do continente, ele se tornou padrão para cuidados com pacientes que receberam quimioterapia à base de platina. A avaliação feita foi em relação ao fator de estratificação de sobrevida livre de progressão em pacientes BRCA. Algumas evidências mostraram que há sinergia entre a inibição de PARP e o agente antiangiogênese, por meio de vários mecanismos que levam à regulação negativa de proteínas de reparo de DNA e à indução de um tipo de comportamento de frenagem.

Saiba mais aqui

Fonte: OncLiveTV
Acessado em 27 ago 2019

Notícias Relacionadas

Mantenha-se informado sobre Biossimilares

Assine a newsletter do site e receba periodicamente as novidades em seu e-mail.

Fale conosco