Notícias

08 jun.2017

O impacto financeiro dos novos tratamentos do câncer

Compartilhe:

Os novos tratamentos contra câncer trazem resultados animadores, porém, têm alto impacto financeiro. O que fazer?

Para o Dr. Paulo M. Holf, chefe da oncologia do Hospital Sírio-Libanês e diretor do Instituto do Câncer de São Paulo, a indústria farmacêutica brasileira deveria levar em consideração o número de pacientes em busca dos tratamentos na hora de precificar, uma vez que este número cresce no decorrer do tempo.

Pacientes com câncer tem direito à isenção no IR.

Uma segunda sugestão seria aprimorar os sistemas de regulação de pesquisa para acompanhar todas as novidades da ciência. Isso seria um incentivo às indústrias farmacêuticas para entrarem na luta contra a doença, dando chance de participação a mais pacientes nos estudos clínicos com as novas e promissoras medicações.

Com mais pacientes participando das pesquisas teríamos uma identificação mais acurada dos pacientes que efetivamente podem se beneficiar dos novos tratamentos, evitando assim, novos custos e efeitos colaterais aos pacientes que não obtêm o melhor resultado.

Entretanto, também cabe aos médicos educar os pacientes e familiares sobre as limitações dos novos tratamentos e apresentar argumentos com base científica que valha a indicação.

Os medicamentos biossimilares são sustentáveis e acessíveis.

Fonte: Revista Veja

Notícias Relacionadas

Mantenha-se informado sobre Biossimilares

Assine a newsletter do site e receba periodicamente as novidades em seu e-mail.

Fale conosco